7 maneiras de dar feedbacks aos seus colaboradores

Gerir o trabalho dos seus colaboradores com feedbacks e incentivá-los, por meio de feedbacks, a continuar tendo um bom desempenho é essencial, mas nem sempre é simples, especialmente com o trabalho remoto.

Para que os processos e expectativas fiquem alinhados, os feedbacks são muito importantes na rotina da sua empresa.

O feedback é um tipo de avaliação realizada em grupo ou individualmente sobre as ações e resultados conquistados.

Ele pode ser positivo, para incentivar o time ou pode ser um feedback negativo, sendo essencial para reorientar o colaborador. 

Esse tipo de resposta é um instrumento de comunicação eficiente e deve ser benéfico para os dois lados: enquanto a empresa aproveita a melhoria do desempenho do seu time, é necessário que os gestores também estejam preparados para ouvir críticas e recomendações. 

Mas como o processo funciona? Existe um método para fazer feedbacks aos colaboradores? 

O que é cultura de feedback? 

O mercado está sempre em evolução e os consumidores estão cada vez mais exigentes, por isso as empresas devem acompanhar as mudanças para se manter fortes e competitivas. 

Manter funcionários qualificados, motivados e produtivos, especialmente no meio de um isolamento social, se tornou uma tarefa muito complexa. 

Por isso é importante estimular um sistema de avaliações para acompanhar e incentivar a evolução do seu time. 

Dessa forma, a cultura de feedback se faz presente, sendo a prática de dar o retorno para os trabalhadores sobre suas ações e resultados. 

Ela é fundamental para manter a qualidade da comunicação e garantir a manutenção das relações pessoais, profissionais e do clima organizacional. 

Quais são as vantagens de implementar a cultura de feedbacks? 

A cultura do feedback é uma possibilidade de promover um ambiente de trabalho mais saudável e fazer com que os colaboradores tenham uma visão melhor sobre a empresa. 

Seus principais benefícios são: 

  • Transparência: Elimina sentimentos de perseguição e falta de clareza nas informações. Assim o colaborador sabe exatamente o que a empresa pensa e espera dela. 
  • Diálogo: A gestão de conflitos se torna mais eficiente ao passo que os líderes e liderados possuem uma comunicação mais eficaz. 
  • Desenvolvimento: Ser avaliado constantemente permite que os colaboradores possam desenvolver suas habilidades. 
  • Superação: Os feedbacks podem ser uma ferramenta importante para estimular o time a crescer. 
  • Reconhecimento: Além de evoluir, essa cultura faz com que os empregados sejam reconhecidos e valorizados quando estão fazendo um bom trabalho. 

Quais os tipos de feedback? 

Para realizar um bom feedback é importante deixar claro os tipos de avaliação de desempenho da empresa. 

Assim, é possível medir os resultados do seu time e avaliar positivamente ou negativamente. 

Além disso, o feedback positivo é importante para que o seu time enxergue as conquistas e resultados e, para que os seus colaboradores saibam que estão no caminho certo. 

O feedback negativo, por sua vez, também é fundamental para a evolução da equipe, embora mais complicado de ser feito.

Ele é importante para o colaborador ficar ciente dos seus erros e pode recentralizar para realizar um bom trabalho. 

Como fazer feedback com funcionários? 

Para que não tenha o risco das informações serem mal interpretadas é importante seguir alguns passos: 

  1. Crie um planejamento 

Antes de chegar ao feedback, se planeje para otimizar o tempo e levantar os pontos mais importantes para o seu colaborador. 

  1. Invista em uma plataforma de monitoramento 

Com a adaptação do home office, muitas empresas perderam a autonomia que tinham sobre seus colaboradores quando estavam presencialmente. 

Por isso, realizar um gerenciamento do tempo, desempenho e horários de produtividade é importante para ter mais clareza na hora de realizar um feedback.

Já existem ferramentas para te ajudar a incluir a prática no seu dia a dia, como o fSense. 

  1. Torne o clima mais ameno 

Muitos colaboradores podem ficar nervosos nesse processo, por isso, crie um clima inicial favorável para falar com tranquilidade e inicie pelos pontos positivos. 

  1. Seja sincero 

Por mais desagradável que possa ser apontar erros de companheiros de trabalho, só essa transferência irá garantir melhores resultados. 

  1. Dê exemplos reais de bom desempenho 

Reforce o feedback com exemplos e garantindo que o colaborador está sendo notado. 

  1. Não deixe de falar os pontos negativos

Encontrar um equilíbrio na reunião para tratar os pontos negativos é muito importante. Além disso, sempre aborde as falhas apontando formas de melhorar. 

  1. Crie um plano de ação

Para que o feedback seja completo, transforme as informações em um plano de ação para auxiliar os colaboradores a evoluírem. 

Agora que você já sabe tudo sobre a cultura de feedback e os seus benefícios, que tal otimizar esse processo? 

Quer saber mais sobre o fSense? Clique aqui e teste grátis por 14 dias

7 erros mais comuns dos gestores, segundo os colaboradores

7 erros mais comuns dos gestores, segundo os colaboradores

Qualquer tipo de relação é feita de troca, e no mercado de trabalho isso não poderia ser diferente. Para alcançar bons resultados, tanto para empresa, quanto para os colaboradores, é fundamental que os gestores e funcionários estejam alinhados e com uma comunicação assertiva.

É claro que a vida profissional não é feita apenas de acertos, os desafios do cotidiano são muitos, mas cabe aos gestores estarem atentos ao que pode ser melhorado na cultura organizacional. Para isso, é importante ouvir o que os colaboradores têm a dizer.

Neste artigo vamos conversar sobre os erros mais comuns dos gestores. Tem interesse no tema? Continue a leitura!

Listamos alguns dos erros mais comuns dos gestores

1. Não fornecer feedback

Não começamos pelo feedback à toa, talvez ele seja a maior fonte de informação e oportunidade para o colaborador melhorar o seu desempenho. Quando feito de forma correta, ajuda o funcionário a entender se ele está cumprindo com as expectativas da empresa e o que pode ser melhorado nas entregas do dia a dia. O feedback pode ser visto como uma ferramenta de melhoria contínua, por isso, é tão importante e valorizado.

2. Colocar metas irreais

A gente sabe que trabalhar com metas é fundamental para o sucesso de empresas e times, mas essas metas devem ser colocadas de acordo com a capacidade de entrega da equipe. Um dos erros mais comuns dos gestores é ser individualista e pensar apenas nos benefícios que a meta atingida terá para si ou para a empresa. Ouvir os colaboradores e entender se as metas estipuladas estão dentro do escopo que o time pode desenvolver é fundamental.

3. Não reter os talentos

Enxergar os colaboradores como peças que podem ser facilmente substituídas é um dos erros mais comuns dos gestores, isso acaba prejudicando a empresa, que provavelmente irá perder o funcionário que não se sente valorizado. Por isso, é importante reconhecer o trabalho, elogiar, fornecer feedbacks positivos, benefícios como bônus, cursos de capacitação e promoções internas. Na maioria das vezes os colaboradores acabam desistindo do cargo por falta de oportunidades dentro da empresa.

4. Não promover o desenvolvimento da equipe

Outro erro muito comum na gestão dos colaboradores é não desenvolver e estimular o aprendizado do time. Grande parte dos funcionários está pensando em como evoluir profissionalmente e busca empresas que incentivam o conhecimento e a especialização. Como falamos no item anterior, é um grande erro não reter os colaboradores que estão em busca de crescimento.

5. Não ser aberto a sugestões e críticas

Este é um item delicado e que merece atenção. Uma das principais características de um bom líder é saber ouvir, por isso, é primordial que ele esteja aberto a conversar com os colaboradores e também a ouvir. Sabemos que receber críticas não é agradável, mas através delas é possível enxergar pontos a que podem ser melhorados, provocando uma autorreflexão.

6. Não ter uma comunicação clara e objetiva

Começamos este artigo falando sobre a comunicação porque entendemos que ela é a base da relação entre gestores e colaboradores. Dessa forma, falar com clareza sobre os objetivos da empresa, quais tarefas precisam ser executadas, estabelecer prazos para as entregas e comunicá-los com transparência é um grande trunfo para o sucesso de qualquer empresa.

7. Falta de confiança na equipe

Um gestor que não confia na sua equipe certamente não conseguirá obter grandes resultados. Isso acontece porque normalmente ele não consegue delegar tarefas, controla excessivamente o trabalho do time e muitas vezes acaba atrapalhando o desenvolvimento. É preciso orientar, incentivar a assumir riscos e dar autonomia para os colaboradores, isso faz parte de uma boa liderança.

O apoio que você precisa para acompanhar a produtividade do seu time

É necessário se adaptar à nova rotina! E para tornar alguns processos ainda mais fáceis e rápidos, a plataforma do fSense é sua melhor escolha para apoiar na gestão!

Com a plataforma, você mensura a produtividade do seu time em home office, faz acompanhamento em tempo real, tudo em um dashboard prático e dinâmico. Além disso, conta com muito mais informações e dados para embasar os feedbacks para o seu time.

Além disso, como vimos aqui, a plataforma está em conformidade com as exigências da LGPD, o que também é muito importante para sua empresa.

E tem boa notícia! Você pode fazer o teste da plataforma grátis por 14 dias, em até 10 computadores. Faça seu cadastro e comece a usar o fSense também!

Conheça os resultados que a sua empresa pode alcançar com o fSense

fSense: conheça os resultados que a sua empresa pode alcançar

Produtividade é o foco quando se pensa em fSense. O sistema de monitoramento em nuvem foi desenvolvido para coletar informações sobre as atividades dos colaboradores da empresa em suas estações de trabalho e, assim, fornecer dados sobre o comportamentos deles centralizados em um dashboard.

Mas a produtividade não é o único resultado que a sua empresa pode alcançar com o uso do fSense. Neste artigo, conheça os principais benefícios que o seu negócio pode ter com a instalação da ferramenta.

5 resultados que a sua empresa pode alcançar com o fSense

1. Segurança de dados da empresa

Além de mensurar a produtividade do time, o fSense é capaz de verificar se as regras de segurança definidas pela empresa estão ou não sendo sumpridas.

Por meio do dashboard do fSense, o gestor pode categorizar sites e aplicativos em quatro categorias: “Uso de Trabalho”, “Uso de Trabalho Não Aprovado”, “Uso Pessoal” e “Uso Pessoal Não Aprovado”.

Dashboard fSense

Com essa classificação, é possível, por exemplo, categorizar o acesso ao domínio “www.facebook.com” e ao aplicativo WhatsApp como “Uso Pessoal Não Autorizado”. Já o Excel e o Word podem ser categorizados como “Uso de Trabalho”.

Dessa forma, em poucos cliques, o gestor acompanha se o seu colaborador home office está utilizando ferramentas relacionadas ao trabalho ou se está se distraindo com conteúdos pessoais que não são pertinentes à realização das suas tarefas.

O fSense também possibilita ver quanto tempo cada colaborador passou em determinado site ou aplicativo. Dessa forma, fica muito mais fácil aferir a produtividade individual dos colaboradores e identificar possíveis gaps nos processos de trabalho.

2. Tomadas de decisões melhores com o fSense

Um dos grandes benefícios do fSense é poder tomar decisões mais assertivas e, não, baseadas em “achismos”. As informações fornecidas pelo sistema dão ao gestor uma visão mais clara sobre a produtividade dos colaboradores.

Assim, qualquer alteração que seja necessária para garantir melhores resultados passa a ter base fundamentada em dados, o que também aumenta a chance de alcançar as metas definidas e, inclusive, tornar a empresa mais lucrativa.

3. Mais produtividade de colaboradores home office

O home office, modelo de trabalho em que o colaborador exerce suas funções em casa, está cada dia mais popular entre as empresas, principalmente pela economia em infraestrutura que é gerada com a adoção desse formato.

No entanto, manter colaboradores trabalhando a distância, fora do ambiente físico da empresa, é um desafio do ponto de vista da produtividade. Algumas organizações ainda têm receio de adotar esse modelo de trabalho justamente pela dificuldade de medir a performance do colaborador home office.

Mas, com o fSense, essa tarefa deixa de ser um problema. Como o sistema registra todas as ações do computador do colaborador, fica mais fácil analisar o seu aproveitamento, identificar comportamentos que não estejam de acordo com as políticas da empresa e fornecer dados concretos que sirvam como base para o gestor cobrar melhores resultados desse colaborador.

blank

4. Adequação da empresa às políticas de compliance

O compliance é muito relevante para o contexto empresarial. Para alguns setores, é fundamental estar em conformidade com determinadas normas, seguindo à risca as orientações para se manter no mercado. Por isso, é importante contar com uma ferramenta que garanta que os colaboradores sigam as regras determinadas.

Para que um programa de compliance seja seguido com rigor, a empresa precisa ter métricas de desempenho bem definidas. Afinal, é preciso acompanhar os progressos e repensar aquelas estratégias que não tiveram bons resultados. Nesse ponto, o fSense auxilia na mensuração dessas métricas e na interpretação delas. O sistema, de fácil compreensão com dashboard intuitivo, ajuda o gestor a identificar falhas, reduzir riscos e aplicar as correções necessárias.

blank

5. Acompanhamento do desempenho em tempo real

Ao instalar o fSense no computador de trabalho do colaborador, as informações sobre todas as atividades que ele realiza passam a ser registradas e enviadas para a conta online do gestor. No dashboard, é possível acompanhar esses dados em tempo real, seja no desktop ou no smartphone, bastando ter conexão à internet.

Nos cards, a ferramenta mostra informações de consumo rápido, como quantos computadores e aplicativos estão sendo monitorados, além de gráficos de atividades categorizadas, atividades por usuário, utilização de aplicações, acesso a websites, entre outros.

Dessa forma, com dados sempre disponíveis, o gestor pode mensurar em tempo real a produtividade da equipe, levantando quais são os colaboradores que ficam mais tempo ociosos e aqueles que realmente se empenham nas atividades.

Linha do tempo fSense

blank

Teste o fSense gratuitamente

Para ter acesso a todas essas funcionalidades para garantir melhores resultados para a sua empresa, faça o seu cadastro. Você pode testar o fSense gratuitamente durante 15 dias em até 10 estações de trabalho. Experimente agora e otimize a sua gestão:

blank