Call Center: aumente o engajamento do seu time com a gamificação | fSense

Call Center: aumente o engajamento do seu time com a gamificação

Você sabia que o trabalho em call center é um dos trabalhos mais estressantes da atualidade? Por isso, investir na gamificação pode transformar a rotina de trabalho cansativa e desgastante em algo mais lúdico e divertido, além de deixar o engajamento da equipe e a produtividade lá em cima.

Hoje, empresas de vários segmentos têm adotado práticas pautadas em jogos no ambiente de trabalho para promover a interação, manter a motivação dos times e para  alcançar melhores resultados.

E é exatamente por isso, que o setor de atendimento ao cliente também tem utilizado a gamificação como estratégia para melhorar o engajamento e a produtividade dos colaboradores.

Por que utilizar a gamificação no call center?

Incorporar jogos no ambiente de trabalho é uma excelente forma de  estabelecer bons relacionamentos, estimular o trabalho em equipe e promover a troca de experiências e ideias. Além de aumentar a produtividade, os jogos são uma maneira divertida de incentivar o trabalho em equipe e a competição saudável.

Sem contar que existem várias outras vantagens em utilizar os jogos no ambiente de trabalho. Quer ver?

  • Facilita a cultura de trabalho colaborativa e motivada;
  • Ajuda na solução ágil de problemas e na tomada de decisões;
  • Promove uma comunicação responsiva e significativa;
  • Afasta os colaboradores do trabalho habitual, ajudando-os a usar a criatividade e a pensar fora da caixa;
  • Cria uma atmosfera para aumentar a produtividade;
  • Aumenta a autoestima dos colaboradores, pois eles sentem que a empresa e os colegas estão interessados ​​em conhecê-los e desenvolvê-los;
  • Aumenta a retenção e diminui o turnover;
  • E mais uma longa lista de vantagens.

Viu como a gamificação pode aumentar a produtividade e diminuir os gaps do call center? Que tal acompanhar sua equipe, monitorar atividades e engajar seus colaboradores?

Comece hoje mesmo, conheça o fSense. Você tem 15 dias de free trial, em até 10 estações de trabalho. Fale com a gente e confira nossos planos.

Descubra como tomar decisões mais inteligentes com marketing por dados

Decisões mais inteligentes? Invista em marketing por dados

Por muito tempo, estratégias de marketing foram baseadas em experiência, emoção e intuição. Mas, em tempos de transformação digital, esses recursos são só um detalhe. Afinal, é muito arriscado tomar decisões que envolvem alto investimento com base apenas em “achismos”. Para alcançar resultados mais consistentes, é fundamental contar com estratégias precisas. É o que o marketing por dados proporciona.

Ao adotar o marketing por dados, as ações da empresa estarão fundamentadas em informações mais rigorosas e atualizadas.

Neste artigo, trouxemos tudo o que você precisa saber sobre marketing por dados. Continue a leitura e fique por dentro.

Quais são os tipos de dados analisados pelo marketing por dados?

O marketing por dados consiste, de maneira geral, em análises de dados para decisões de estratégias de marketing digital. Esses dados analisados são, basicamente, de três tipos: dados de mercado, social data e dados das coisas (ou dados dos consumidores).

Dados de mercado

A análise dos dados de mercado se relacionam ao nicho de atuação da empresa. Esses dados são extraídos de pesquisas mercadológicas e levantam informações importantes sobre a região, os concorrentes, o perfil dos seus consumidores, além de dimensionar o mercado em que a empresa atua.

Com esses dados, a empresa tem condições de identificar quão lucrativo está seu segmento de atuação, identificar novas tendências de consumo e comportamento do público, analisar a performance dos seus produtos e serviços e verificar a capacidade de absorção do mercado em relação à oferta.

Social data

Social data são os dados extraídos da internet, sejam eles sobre seus consumidores ou sobre o desempenho de suas campanhas, por meio de ferramentas de análise do marketing digital. Por exemplo: Google e YouTube Analytics, relatórios de desempenho do Facebook, LinkedIn e Instagram e até mesmo dados da ferramenta de automação particular da empresa.

Dados das coisas (ou dados dos consumidores)

Os dados das coisas ou dados dos consumidores são dados mais recentes e personalizados, obtidos pelas empresas a partir de aparelhos eletrônicos e softwares usados pelos consumidores.

Um exemplo é o Apple Watch, que captura e armazena na nuvem grande quantidade de dados pessoais de quem utiliza, como horas de sono, quantidade de exercícios físicos, quantidade de ligações, mensagens e e-mail recebidos etc. Aplicativos de exercícios físicos, que controlam a rotina de atividades, as distâncias percorridas e os objetivos de performance, também são fontes desse tipo de dados.

O que o marketing por dados pode mostrar?

Como as pessoas estão cada dia mais conectadas, o número de dados gerados pela presença na internet é infindável. Tudo o que fazemos online é fonte de informações importantes sobre comportamento: páginas acessadas, cliques do mouse, aplicativos e programas instalados etc.

Abaixo, conheça algumas das informações que o marketing por dados pode mostrar.

Hábitos e preferências do consumidor

O marketing por dados auxilia em um dos maiores desafios enfrentados durante a criação de campanhas de marketing: acertar o perfil exato do público.

Com informações genéricas e imprecisas sobre os hábitos e as preferências do consumidor, são mínimas as chances de a mensagem ser relevante e, dessa forma, os investimentos acabam sendo desperdiçados.

Por outro lado, com uma segmentação realizada com base em dados precisos sobre o público, ou seja, com o marketing por dados, aumentam as chances de a campanha performar melhor. Assim, diminui o desperdício e aumenta o ROI (Retorno sobre Investimento) das ações de divulgação.

Para identificar corretamente os padrões comportamentais do consumidor e desenvolver conteúdos mais relevantes e assertivos, é preciso coletar informações em relatórios de vendas, hábitos em redes sociais e também resultados de campanhas anteriores.

Tendências de mercado

As informações extraídas sobre o comportamento do público também são imprescindíveis para a empresa se antecipar às tendências de mercado.

Ao analisar os canais mais acessados pelo consumidor, as informações que ele mais consome e como ele reage a determinados conteúdos, é possível prever, com certa precisão, quais serão os próximos passos que ele dará.

Dessa forma, a empresa consegue desenvolver ideias inovadoras e se adaptar às novidades do mercado com mais facilidade, saindo na frente em relação à concorrência.

Sazonalidades

Ter à disposição informações precisas coletadas a partir de uma estratégia de marketing por dados, sobre o comportamento dos consumidores e tendências de mercado, ajuda a entender quais os melhores momentos para investir em campanhas sazonais.

Dessa forma, a comunicação da empresa se torna mais objetiva, eficiente e relevante, alcançando os resultados esperados com mais facilidade.

Como tomar decisões mais inteligentes com marketing por dados?

As informações obtidas a partir do marketing por dados possibilitam decisões muito mais eficazes e inteligentes. Tendo os dados catalogados, organizados e compreendidos, a empresa será capaz de de entender quais ações e processos precisam ser otimizados e como isso deve ser feito.

O acompanhamento constante e em tempo real de todas as informações coletadas ajuda a corrigir as estratégias de marketing e vendas da empresa com muito mais agilidade. Dessa forma, a empresa tem a possibilidade de crescer de maneira mais sustentável e obter resultados melhores.

Mas o monitoramento de dados não é importante apenas nas suas estratégias de marketing. Ele também é fundamental para desenvolver um plano de ação assertivo e estratégias que melhorem seus processos internos. Leia o artigo que fizemos sobre esse assunto.