6 dicas infalíveis para medir a produtividade da sua equipe

Medir a produtividade dos colaboradores é um indicador de desempenho essencial em qualquer empresa. A produtividade gera ganhos tanto para o negócio, quanto para o colaborador. 

Assim, a avaliação de desempenho permite identificar aspectos que requerem melhorias e os que estão conforme as metas.

Ou seja, ter indicadores de desempenho de produtividade ajuda os colaboradores a compreenderem em suas funções, seus objetivos, suas expectativas e como podem ter sucesso com seu desempenho.

Por isso, separamos 6 dicas infalíveis para medir a produtividade da sua equipe. Confira!

1 – Defina quais fatores farão parte do indicador de desempenho

Nessa etapa não tem uma receita pronta que funcione para todas as áreas. Depende bastante do segmento em que a sua empresa atua.

Por exemplo, uma equipe de vendas deve analisar, leads, vendas, condições de entrega, prazo de pagamento, margem de lucro, entre outros fatores.

Uma operação de backoffice ou call center, deve ter em mente: atendimentos por dia, tempo médio de resposta, nível de serviço, nível de NPS e por aí vai.

Já o setor de compras precisa avaliar o preço das mercadorias, o frete e a falta de estoque e etc.

Portanto, deve-se levar em consideração os critérios específicos da área ou serviço para a medição do desempenho, sem deixar de levar em conta as tendências de mercado e os períodos do ano.

2 – Utilize a tecnologia para medir a produtividade

Automatizar o registro de dados para acompanhar os índices de produtividade torna a tarefa mais fácil e diminui as chances de erro.

No mercado, atualmente, há vários sistemas que permitem registrar e monitorar diferentes processos e ações da equipe a fim de medir a produtividade no horário de trabalho.

O fSense é um software de monitoramento de máquinas que faz registros contínuos das atividades das estações de trabalho monitoradas e organiza as informações em um dashboard prático. 

Ou seja, o fSense te ajuda a identificar hábitos, comportamentos e necessidades individuais e coletivas da sua equipe e assim, é possível ter insights valiosos para medir e aumentar o nível de produtividade dos seus colaboradores.

Clique aqui e saiba mais sobre o fSense. 

3 – Acompanhe os indicadores de produtividade

Os indicadores de produtividade devem ser analisados diariamente, mensalmente ou semestralmente. Por isso, tudo depende da cultura da sua empresa.

Por isso é  importante ter uma ferramenta que te ajude na captação de informações como o fSense. 

Através de um dashboard completo, analise de forma fácil e concisa os dados, verificar quais rendimentos não estão satisfatórios e observar se é algo relacionado a um pequeno grupo ou a muitos colaboradores da empresa.

4 – Dê feedbacks

Após ter acesso aos dados e analisá-los, chame os colaboradores para uma sessão de feedback.

Dessa forma, para aqueles que apresentam resultados insatisfatórios, mostre onde estão acertando e no que podem melhorar. Já aqueles que estão dentro das metas, mostre os acertos também e parabeniza-os pelo bom trabalho. 

5 – Estabeleça metas individuais e coletivas

Ao implementar os indicadores de desempenho de produtividade, converse com as equipes e deixe claro o que será avaliado e como será feita a avaliação.

Além disso, apresente as metas individuais e coletivas e dê incentivos para quem cumprir as metas. Pode ser uma bonificação, um livro, uma folga… Tudo de acordo com as normas da sua empresa.

6 –  Fique de olho na qualidade

Quando se fala em produtividade, a primeira coisa que vem à cabeça é produzir mais em menos tempo. 

Porém, a qualidade é um fator que não pode ser deixado em segundo plano.

Por isso, não se esqueça de olhar a qualidade do serviço e se for preciso invista em treinamentos para qualificar cada vez mais o trabalho dos seus colaboradores. 

Pronto! Agora que você sabe as dicas para medir a produtividade da sua equipe, teste o fSense grátis por 14 dias!

Clique aqui e crie sua conta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.